© 2017 por Denise Gadelha.

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

 

Espaço-Tempo Permeável

(2016 -)

Mosaico fotográfico instalativo.

49 fotografias de 32cm x 24cm, 8 ripas metálicas (03 x 167 cm cada),

64 blocos de imãs de neodímio
Dimensão do conjunto montado na íntegra: 233 x 168 cm

Coleção Pinacoteca do Estado de São Paulo

Permeable Space-Time

(2016 -)

Installative Photo-mosaic

Group of 49 photographs 32cm x 24cm, 8 metal slats (03 x 167 cm each), 64 blocks of neodymium magnets
Dimension of the assembled set in full: 233 x 168 cm

Pinacoteca do Estado de São Paulo's Collection

Registro da desmontagem na exposição Antilogias: o Fotográfico na Pinacoteca, 2017

A obra Espaço-Tempo Permeável constitui um mosaico fotográfico de 49 módulos dispostos como uma grade de sete colunas x sete fileiras. Este trabalho resulta do gesto de resistência ao acidente que implicou na perda material de uma obra anterior intitulada Espaço Permeável, realizada em 2003. A peça original era uma fotomontagem que reunia duas grandes fotografias de paisagem, uma do mar e a outra do céu. As imagens foram completamente fragmentadas em unidades iguais de 8cm x 8cm, para a segir, serem reconstituídas formando um quebra-cabeças, onde por vezes o mar se tornava céu e nuvens viravam ondas. Assim, simbolicamente as fronteiras entre figura e fundo foram borradas e este processo evocava a transformação natural do ciclo hidrológico.

Porém, por ironia do destino, esta obra foi atingida por um vazamento e agora o efeito não é mais apenas metafórico, tornou-se um também um fato, pois literalmente as imagens foram diluídas.

A nova obra documenta o desgaste das peças originais, mas agora o modulo é maior, agrupa 12 elementos de 8cm x 8cm por unidade. Inicialmente concebido para ser um livro (portanto o módulo correspondia ao tamanho da página de 32cm x 24cm), o projeto acabou tendo sua primeira materialização na forma de uma instalação de parede.


 

Espaço-Tempo Permeável  (Permeable Space-Time) constitutes a photographic mosaic of 49 modules arranged like a grid of seven columns x seven rows. This artwork symbolizes a gesture of resistance to the accident that implied in the material loss of an earlier work entitled Permeable Space, created in 2003. The original piece was a photomontage that united two huge photographs of landscape (one of the sea and the other of the sky) completely fragmented into equal units of 8cm x 8cm, so that they were reconstituted into a puzzle, where sometimes the sea became sky and clouds became waves. Thus, the boundaries between figure and background were blurred, within the evocation to the natural transformation of the hydrological cycle.

However, by irony of fate, this work was struck by a leak and now the effect is no longer just metaphorical, it has become a fact indeed, for literally the images have been diluted.

Now, “Espaço-Tempo Permeável” (Permeable Space-Time) documents the marks of entropy over “Espaço Permeável” Permeable Space, however it is reproduced in a larger module,  grouping 12 original elements of 8cm x 8cm per unit. Initially designed to be a book (therefore the module corresponded to the page size of 32cm x 24cm), the project ended up having its first materialization in the form of a wall installation commissioned by Pinacoteca do Estado de São Paulo.